O PÃO DE AÇÚCAR SE COMPROMETEU A BANIR AS GAIOLAS!

Compromisso marca momento histórico na luta pelos direitos dos animais e pode impactar a vida de até 5,7 milhões de galinhas no Brasil.

Após  4 anos de negociação e campanha, o GPA, composto pelos supermercados Pão de Açúcar e Extra, finalmente se comprometeu a banir o confinamento de galinhas em gaiolas de toda a sua cadeia de fornecimento de ovos, mas não só isso: também se comprometeu a eliminar as celas de gestação de porcas e promover outras medidas de bem-estar que incluem bovinos e frangos. 

Leia o compromisso completo e confira a matéria que saiu no Valor Econômico.

“Esse compromisso é fruto de muito trabalho das organizações de proteção aos animais, mas também é resultado da mobilização dos consumidores que se juntaram a nós para exigir um comportamento mais responsável do Grupo Pão de Açúcar.”, diz Carla Lettieri, nova Diretora Executiva da Animal Equality Brasil. “Esperamos que a atitude do GPA inspire outras empresas, porque ainda há milhões de galinha sofrendo em gaiolas no mundo.”

Estamos vivendo um marco importantíssimo na história da proteção animal no Brasil, que é resultado do trabalho e apoio de milhares de voluntários em todo o país. Por isso, a você que acompanhou de perto essa campanha durante todos esses anos, nosso muito obrigada! 

Saiba mais e faça parte do nosso programa de voluntários! 

Relembre as nossas ações 

Nosso trabalho

A Animal Equality chegou ao Brasil em 2016 e, desde então, alcançou resultados importantíssimos para a causa animal. Nesse período, 120 empresas dos mais diversos setores se comprometeram a banir o cruel confinamento de galinhas poedeiras em gaiolas, sendo que 65 deles foram conquistados pelo incansável trabalho da nossa equipe de Responsabilidade Social Corporativa e de outras organizações de proteção animal. Estimamos que mais de 15 milhões de galinhas foram beneficiadas pelas políticas cage-free influenciadas pelas nossas negociações e campanhas.

Nosso departamento de Campanhas tem um papel fundamental na educação pública e engajamento de consumidores, que muitas vezes não fazem ideia de onde vêm os ovos que eles consomem e qual é a postura de determinadas empresas com relação aos animais. 

O problema

As galinhas são animais sensíveis e inteligentes, mas infelizmente muitas delas ainda vivem confinadas e amontoadas em gaiolas de arame minúsculas onde passam a vida toda sem jamais pisar no chão ou conseguir abrir suas asas, sofrendo com dores e stress que levam a mutilações e até mesmo ao canibalismo. Por isso, utilizamos estratégias para acabar com as práticas mais cruéis com os animais criados para consumo.

Vale lembrar que livre de gaiolas não significa livre de crueldade, mas banir gaiolas é um importante passo para reduzir o sofrimento dos animais e que merece ser celebrado.

Faça parte da mudança!

Se você simpatiza com a nossa causa, pode colaborar das seguintes formas:

– Inscreva-se no Protetores de Animais, nosso programa de voluntariado on-line, e comece a ajudar os animais agora mesmo, sem precisar sair de casa;

Faça uma doação mensal ou pontual;

Acompanhe o nosso conteúdo nas redes sociais e compartilhe as nossas publicações.

Ajude-nos a lutar por um mundo mais compassivo!