Organizações pedem o banimento de gaiolas para porcas grávidas

A Animal Equality junto com outras organizações de proteção animal (Alianima, Fórum Animal, Mercy For Animals e Sinergia Animal)  está pedindo para que a suinocultura brasileira assuma melhores práticas de bem-estar animal. O nosso objetivo é alertar o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) sobre possíveis retrocessos na suinocultura e conseguir o banimento de gaiolas para porcas gestantes.

Após análise técnica de veterinárias e zootecnistas especialistas em bem-estar animal, resolvemos nos posicionar sobre a Instrução Normativa do MAPA, que propõe estabelecer as boas práticas de manejo nas granjas de suínos de criação comercial. Apesar de reconhecermos que essa publicação sinaliza um avanço para o setor, é preciso que o MAPA e outras entidades representantes da indústria se esforcem para que as recomendações sejam cumpridas e não publiquem uma normativa que já é considerada obsoleta se observadas as práticas tomadas pelas grandes empresas  do setor.

Por isso, essas organizações protocolaram uma carta aberta, com o apoio da Comissão de Defesa Animal da OAB/SP, solicitando ao MAPA que alguns trechos desta Instrução sejam revistos, pois podem comprometer as práticas e compromissos que já são realidade na suinocultura brasileira. Resumidamente, estamos pedindo:

  1. A redução do prazo de 25 anos para os produtores se adequarem à gestação coletiva;
  2. A redução do prazo de 10 anos para banir a castração sem uso de anestesia e analgesia e a mutilação de parte da orelha do animal;
  3. A proibição do corte de cauda até três dias de vida sem o uso de anestésicos e analgésicos;
  4. A regulamentação do descarte (sacrifício) de leitões com baixo peso ao nascer, de acordo com os preceitos do bem-estar animal;
  5. A inclusão de um artigo sobre o uso indiscriminado de antibióticos na produção animal, que é um dos principais responsáveis pela resistência antimicrobiana e uma das maiores ameaças à saúde pública global.

A Animal Equality é uma organização internacional que se dedica a defender animais explorados para consumo por meio de campanhas, advocacy, relações corporativas e investigações.

Se você simpatiza com a nossa causa, você pode colaborar das seguintes formas:

– Inscreva-se no Protetores de Animais, nosso programa de voluntariado on-line, e comece a ajudar os animais agora mesmo, sem precisar sair de casa;
– Faça uma doação mensal ou pontual;
– Acompanhe o nosso conteúdo nas redes sociais e compartilhe as nossas publicações.

Ajude-nos a lutar por um mundo mais compassivo!