FATAM POUCAS HORAS! VOCÊ DOA 1X, E NÓS RECEBEMOS O TRIPLO ❤️ 3X Triplique o seu impacto pelos animais HOJE!
Notícias
Receba as últimas notícias e atualizações da Animal Equality

Vitória histórica! Câmara dos deputados da Itália aprova o fim da matança dos pintinhos machos

dezembro 20, 2021

Uma campanha de conscientização e relações governamentais realizada pela Animal Equality na Câmara dos Deputados da Itália atingiu um marco histórico: o Parlamento italiano votou a favor da emenda que estabelece que a partir de 2026 o sacrifício de pintinhos machos de um dia de vida será proibido na Itália.

Esse foi um grande dia para os animais que são explorados pela indústria!

Descarte de pintinhos machos na indústria de ovos

Os pintinhos machos da indústria dos ovos são mortos logo após o nascimento, pois eles não têm valor econômico para essa indústria por não botarem ovos. Eles também não são criados pela indústria da carne por não ganharem peso suficiente em um curto espaço de tempo, como acontece com a raça de frangos de corte. Por esta razão, todos os anos na Itália entre 25 e 40 milhões de pintinhos machos são mortos por sufocamento ou triturados vivos, sem nenhum tipo de insensibilização. 

Em 2020, a Animal Equality lançou na Itália uma campanha, que já foi assinada por mais de 110 mil pessoas, pedindo ao governo e à indústria que acabem com esta terrível  prática. Graças a este trabalho, já em 2020 a Associação Comercial de Produtores de Ovos (Assoavi) se declarou a favor da introdução de tecnologias de sexagem in ovo que são capazes de evitar o descarte de pintinhos machos, pois esta tecnologia consegue descobrir qual ovo dará origem a um pintinho macho. Desta forma, é possível evitar que esse ovo siga no processo produtivo, assim, não se tem o nascimento de animais do sexo masculino. 

Na última semana, a Câmara dos Deputados italiana votou e aprovou a emenda e, portanto, a introdução dessa proibição, se soma ao que já foi anunciado por outros países europeus que também irão proibir a morte cruel de milhões de pintinhos machos, como a França e a Alemanha. 

A alteração foi apresentada pela Sra. Francesca Galizia, líder do grupo do Movimento 5 estrelas no Comitê de Políticas da UE, e teve o apoio de muitas outras forças políticas. Agora resta apenas a confirmação definitiva no Senado, prevista para o início de 2022. 

A emenda aprovada na Câmara prevê momentos de adequação à legislação para atualização dos procedimentos de trabalho e do estado tecnológico das empresas do setor de avicultura de postura. Também apóia a introdução e o desenvolvimento de tecnologias e ferramentas de sexagem in ovo capazes que são capazes de identificar o sexo do pintinho antes da eclosão, por meio de políticas de incentivo a essas tecnologias.

Hoje a Câmara dos Deputados optou pela responsabilidade e pelo respeito aos animais, seres sencientes, que não podem mais ser considerados apenas resíduos industriais. O massacre seletivo de pintinhos machos ocorre todos os dias na indústria dos ovos, mas não pode ser considerado normal e hoje o Parlamento optou por apoiar a nossa proposta, que segue também as linhas ditadas pela União Europeia em matéria de bem-estar dos animais. É hora de incentivar a introdução de tecnologias de sexagem in ovo na Itália, como os produtores já estão fazendo, e as instituições devem se comprometer neste caminho fundamental para o progresso do nosso país e dos animais

Alice Trombetta, diretora executiva da Animal Equality Italia

Trituração de pintinhos vivos e conscientes no Brasil

A Animal Equality internacional está comemorando este passo histórico e fundamental para a proteção dos animais criados para alimentação na Itália. A expectativa é que esta iniciativa influencie outros países ao redor do mundo. No Brasil existe uma campanha similar que também pede pela proibição da trituração dos pintinhos machos e já conta com mais de 40 mil assinaturas. No Brasil, de acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) cerca de 84 milhões de pintinhos são mortos horas após o nascimento, apenas porque nasceram do sexo errado. 

A Animal Equality Brasil participou da criação de um projeto de lei (PL), o PL 256/2021, que proíbe o descarte de pintinhos machos no estado de São Paulo, que é o maior produtor de ovos do Brasil. Se aprovado, evitará o massacre de um número muito grande de animais, pois muitas incubadoras da avicultura de postura estão localizadas neste estado. 

No Brasil, a técnica mais comum para o sacrifício desses animais é a trituração sem insensibilização. Em alguns casos, quando as lâminas das máquinas não estão suficientemente afiadas, os animais agonizam muito antes de morrerem.  Cerca de 84 milhões de pintinhos machos morrem todos os anos no Brasil. Essa situação realmente não pode ser vista como normal. O lucro não pode estar acima da vida e do bem-estar de seres que, assim como nós, sentem medo e dor.

Carla Lettieri, Diretora Executiva da Animal Equality Brasil

Você já sabia que a indústria do ovo tritura pintinhos logo após o nascimento? E que eles são triturados vivos e conscientes? Leve essa informação a mais pessoas, compartilhe essa notícia com seus amigos e familiares. Todos nós podemos nos unir para mudar essa realidade, assim como aconteceu na Itália.

Assine a nossa petição pedindo o fim do massacre dos pintinhos.


Últimas notícias

dezembro 10, 2021

Neste domingo, 12 de dezembro, voltaremos à Avenida Paulista, nas proximidades do Masp, como tradicionalmente fazíamos para comemorar o Dia Internacional dos Direitos dos Animais (DIDA). Estamos preparando um evento muito especial e apesar de termos optado por um número reduzido de voluntários por conta da atual pandemia, queremos que…
novembro 30, 2021

O que é o dia de doar? O Dia de Doar é uma data que foi criada para incentivar a cultura de doação no Brasil. É uma grande campanha de mobilização nacional que visa conscientizar as pessoas sobre a importância de doações financeiras para organizações que lutam por alguma causa…
novembro 22, 2021

Há 4 anos a Animal Equality chegava ao Brasil com a missão de trabalhar com a sociedade, governos e empresas para acabar com a crueldade com os animais de produção. Um pouco da nossa história A Animal Equality foi fundada em 2006 na Espanha, por Sharon Nuñez, Javier Moreno e…