DIGA NÃO AO PL DO AUTOCONTROLE! Assine e ajude a impedir essa ameaça nacional aos animais!
Notícias
Receba as últimas notícias e atualizações da Animal Equality

Animal Equality investiga transporte e abate de cavalos no México

dezembro 14, 2022

Em uma nova investigação, divida em duas partes, os nossos investigadores filmaram cavalos americanos sendo mantidos dentro de um matadouro no México, em condições inadequadas. Na sequência, uma segunda investigação revelou, pela primeira vez na história, como ocorre o abate de cavalos no México.

Esta investigação vem um mês depois que a Animal Equality lançou uma campanha internacional para acabar com o abate de cavalos em todos os países em que atuamos. Mais de 122 mil pessoas, em todo o mundo, já assinaram a petição para acabar com esta prática.

A origem dos cavalos abatidos no México

Embora os EUA não abatam cavalos dentro de suas fronteiras, pois neste país esta prática é ilegal, todos os anos, 24 mil cavalos são enviados a abatedouros no México e no Canadá para serem abatidos para o consumo de seu carne. As evidências coletadas pela Animal Equality são a prova de uma prática contínua à qual 83% dos americanos se opõem, de acordo com pesquisas realizadas nesse país.

Para entender como os cavalos sofrem durante esse longo trajeto entre esses dois países e como eles são mortos de maneira cruel no México, assista ao vídeo da nossa investigação:

Estes animais são transportados em caminhões projetados para animais menores, com pescoço mais curto. Isso significa que os cavalos são forçados a manter a cabeça baixa durante toda a viagem. Com um grande número de cavalos carregados nos caminhões, não há espaço suficiente para os animais e isso torna a viagem ainda mais degradante.

Cavalos são uma espécie que lutam pela dominância em espaços apertados. Assim, cavalos mais fracos são incapazes de escapar das mordidas e chutes de animais mais dominantes e sofrem ferimentos durante toda a viagem. Um estudo de 2021 sobre bem-estar de cavalos analisou a saúde desses animais em um total de 113 caminhões, incluindo os exportados dos Estados Unidos para o México. Descobriu-se que 8 em cada 10 cavalos estavam machucados. Em média, cada cavalo tinha duas contusões, e quase a metade era grave ou muito grave.

Como a Animal Equality documentou com esta investigação, os EUA estão enviando esses cavalos para fora de nossas fronteiras para que sua matança fique fora do campo de visão da maioria dos americanos que se opõem ao abate de cavalos para consumo humano. Os cidadãos norte-americanos entendem que esse sofrimento é errado — e agora é a hora de o governo dos EUA bani-lo de uma vez por todas. Assim como também temos trabalhado em outros países para que ocorra uma proibição legal, a exemplo, o Brasil onde já existe um projeto de lei que visa proibir o abate de cavalos e jumentos para consumo de carne.

Sharon Núñez, Presidente da Animal Equality

O que foi revelado em nossa investigação

  • Animais doentes e desnutridos mal conseguiam andar, foram forçados a se mover, sendo espancados com paus ou pendurados com correntes para sufocá-los enquanto conscientes.
  • Os trabalhadores rotineiramente usavam choque elétrico ou uma mangueira de água pressurizada para causar dor no rosto dos cavalos.
  • Os cavalos eram insensibilizados de forma ineficaz antes do abate, devido a trabalhadores inexperientes e à falta de supervisão veterinária.
  • Após o atordoamento, os investigadores da Animal Equality constataram que o abate ocorria frequentemente depois do requisito de 30 segundos exigido pela Norma Oficial Mexicana. Cavalos foram encontrados sendo mortos enquanto conscientes.

A Animal Equality relatou essas descobertas de crueldade animal às autoridades mexicanas.

Por que os cavalos dos Estados Unidos não são abatidos neste país e são enviados ao México

Nos EUA, não existe atualmente nenhuma proibição federal de exportação ou abate de cavalos norte-americanos.

A prática do abate foi dissolvida quando o Congresso retirou o financiamento dos inspetores do USDA para supervisionar os matadouros de cavalos. A carne de cavalos não podia mais ser vendida, porque apenas a carne aprovada pelo USDA é legalizada para venda. Em um esforço para manter os lucros, os EUA mudaram o foco para a exportação de cavalos para o México e o Canadá. De 2001 a 2020, os EUA enviaram mais de 1,6 milhão de cavalos para abate fora de suas fronteiras.

Abate de Cavalos no Brasil

Poucos sabem que o abate de cavalos no Brasil é uma prática recorrente, apesar dos brasileiros não serem adeptos ao consumo de carne de cavalo. Neste caso, essa carne é vendida para países como China, Rússia e Hong Kong.

O Brasil é o quarto maior exportador de carne de cavalo da América. Só em 2020, foram abatidos 127.200 cavalos – isso é o equivalente a mais de 14 cavalos por hora! Isso sem contar os milhares de cavalos que são abatidos de forma clandestina.

Projeto de Lei Quer Proibir o Abate de Cavalos no Brasil

No Brasil, temos uma notícia que nos enche de esperança. Neste ano de 2022, foi apresentado um projeto de lei (PL 2387/22) que proíbe em todo o território nacional o abate de cavalos e jumentos para o comércio de carne.

Precisamos mostrar aos senadores e aos deputados federais que a população brasileira é contra o abate de cavalos e jumentos. Após assinar a nossa petição, clique no botão abaixo e vote em “CONCORDO TOTALMENTE“.

Esta é uma enquete da Câmara dos Deputados para saber se a população brasileira é a favor ou contra este projeto de lei que visa acabar com a matança dos cavalos e jumentos.


Seja carne de vaca, porco, frango ou cavalo, os investigadores da Animal Equality têm demonstrado que o abuso de animais na indústria da carne é comum. Esses maus-tratos só podem ser interrompidos se não houver consumo.



México

Últimas notícias
janeiro 29, 2023

As dezoito organizações de proteção animal mais relevantes a nível europeu, incluindo a Animal Equality, reuniram-se num ato no Parlamento Europeu, organizado pela L214 e pelo European Institute for Animal Law and Policy para reivindicar a proibição do sacrifício de pintinhos machos em toda a União Europeia. O evento contou…
janeiro 11, 2023

Como a única grande companhia de cruzeiros sem uma política pública, a Viking deixa a desejar em seus padrões de bem-estar animal Hoje, a Open Wing Alliance (OWA), uma coalizão internacional que trabalha para acabar com o abuso de galinhas em todo o mundo – e da qual a Animal…
dezembro 27, 2022

Fazendo doações, assinando petições e realizando ações online pelos animais, você alcançou resultados incríveis para os animais nos últimos doze meses. Em 2022, juntos impactamos cerca de 200 milhões de animais em todo o mundo e o ano ainda não acabou Aqui estão 10 dos maiores momentos para os animais…