DIGA NÃO AO PL DO AUTOCONTROLE! Assine e ajude a impedir essa ameaça nacional aos animais!

7 coisas que você precisa saber sobre carne de cavalo


A Animal Equality lançou uma campanha internacional pedindo o fim do abate de cavalos no Brasil e nos outros países que atuamos. A maioria das pessoas nem sabe que é permitido abater cavalos. Não só é permitido, como o Brasil é um grande produtor desse tipo de carne, ocupando a quarta posição no ranking dos maiores exportadores de carne de cavalo da América. Com isso, mais de 127.000 cavalos são mortos todos os anos para que sua carne seja vendida a diversos países. 

Esta é uma indústria que tem sido globalmente atingida por escândalos de saúde pública, crueldade contra os animais e sobre a qual os consumidores têm pouquíssimas informações. Com esta campanha, a Animal Equality objetiva sensibilizar a sociedade sobre a realidade deste comércio e sobre a necessidade de avançar na proteção legal destes animais.

O Brasil conta com uma grande vantagem que é o projeto de lei (PL 2387/22) que pretende proibir, em todo o território nacional, o abate de cavalos e jumentos para o comércio de carne. Desta forma, o escritório do Brasil pretende utilizar a campanha para mostrar a importância da aprovação desse PL.

A seguir veja as sete perguntas mais frequentes sobre o tema abate e carne de cavalo:


1- É PROIBIDO O ABATE DE CAVALOS?

No Brasil não é proibido. Inclusive, a Portaria 365/2021 classifica os cavalos como “animais de açougue”. A única proibição existente é a de abatê-los em um estabelecimento que não possua fiscalização agropecuária.

2- É PERMITIDO VENDER E COMER CARNE DE CAVALO NO BRASIL?

Sim, é permitido. O que não é permitido é vender carne de cavalo dizendo que é outro tipo de carne, principalmente se ela vier de um abatedouro clandestino. Só no ano passado, a polícia e o Ministério Público investigaram dezenas de restaurantes que estavam praticando esse crime.

3- TEM PESSOAS QUE COMEM CARNE DE CAVALO?

Culturalmente a maior parte dos consumidores brasileiros não se interessam pela carne de cavalo. Mas como em outros países esse consumo é comum, o Brasil abate os cavalos e exporta a sua carne.

4- QUAL O PROBLEMA DE COMER CARNE DE CAVALO?

Muitas pessoas se perguntam se comer carne de cavalo faz mal à saúde. Os malefícios que a carne de cavalo traz à saúde humana são bem semelhantes aos malefícios dos outros tipos de carne, como alta ingestão de colesterol, maior probabilidade de desenvolvimento de doenças cardíacas, diabetes, entre outros.

Mas no caso do Brasil, o problema é mais complexo. Muitas pessoas já comeram carne de cavalo sem nem ao menos saber. Um exemplo que teve muita repercussão aconteceu em Caxias do Sul, em 2021, onde 17 restaurantes foram identificados por misturarem carne de cavalo a outros tipos de carne, principalmente em hambúrgueres. Na época, o Ministério Público estimou que 60% dos restaurantes desta cidade vendiam carne clandestina sem ter conhecimento de sua origem.

E o maior risco para a saúde humana é o abate ser clandestino, pois neste caso não existe um médico veterinário para avaliar se o animal estava doente e se sua carne está contaminada. Além disso, esses estabelecimentos têm condições higiênico-sanitárias extremamente precárias, promovendo a contaminação da carne por patógenos, agentes químicos e físicos, o que pode levar até a morte do consumidor.

5- ONDE FICAM OS ABATEDOUROS (FRIGORÍFICOS / MATADOUROS) DE CAVALOS NO BRASIL?

Oficialmente, o Brasil só tem cinco matadouros de cavalo que possuem fiscalização federal, ou seja, que podem exportar a carne para outros países. Três deles estão localizados na Bahia (BA), um em Minas Gerais e um no Rio Grande do Sul. Porém, centenas de abatedouros clandestinos estão espalhados por todo Brasil.

6- COMO OS CAVALOS SÃO ABATIDOS?

Geralmente, são abatidos através de um corte no pescoço que os faz sangrar até a morte. Em abatedouros clandestinos, é muito comum que esses animais levem marretadas na cabeça antes de terem seus pescoços sangrados. Assim como já documentamos em abates de bois e vacas, cavalos também têm suas patas arrancadas e sua pele retirada enquanto ainda estão vivos e conscientes. Qualquer abate clandestino é extremamente cruel com os animais, independente da espécie.

7- O QUE É FEITO COM OS CAVALOS VELHOS?

Muitos cavalos velhos ou doentes, que passaram suas vidas sendo explorados puxando carroça ou sendo cavalos “atletas”, quando não possuem mais “utilidade” para o seu dono, são abandonados em ruas e rodovias ou vendidos a um preço muito baixo para abatedouros, inclusive os clandestinos. Trata-se de uma velhice que tem seu final através de uma morte cruel, pois na maioria das vezes os animais não são insensibilizados, o que significa que eles sofrem com dor extrema no momento da morte.


Mais populares
fevereiro 14, 2018

Se você está buscando informações sobre veganismo ou tentando fazer a transição, esse post é para você! Os documentários abaixo mostram o veganismo em vários contextos — alguns ressaltam seus benefícios para a saúde, enquanto outros mostram a crueldade animal e os problemas ambientais causados pela indústria da carne. São…
dezembro 10, 2018

A ciência já provou que eles são capazes de sentir, pensar e perceber. Agora ativistas lutam para que a lei reconheça que eles têm direitos assim como nós Por Nyle Ferrari Manifestação da Animal Equality em homenagem ao Dia Internacional dos Direitos Animais (Fotografia: Paula Jacob) Depois de serem transportados…
março 19, 2020

Algumas das graves ameaças à saúde pública dos últimos 20 anos foram consequências diretas do consumo de carne e produtos de origem animal, por exemplo: O caso da carne bovina com hormônios Em 1988, um grande caso explodiu porque a carne bovina dos EUA continha hormônios esteróides, normalmente utilizados ​​em…